EUA darão 'resposta rápida e determinada' a possível ataque do Irã, avisa Pompeo

Mike Pompeo
© AP Photo / Andrew Harnik

Os EUA e seus aliados não querem uma guerra com o Irã, mas darão "uma resposta rápida e determinada" se forem atacados, disse o secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo.

"O regime de Teerã deve entender que qualquer ataque realizado por eles ou por seus aliados contra os interesses dos EUA ou seus cidadãos terá uma resposta rápida e determinada", afirmou Pompeo em um comunicado, avisando que o Irã não deve confundir a "contenção" dos EUA com "falta de determinação".

Além disso, ele criticou o Irã por "uma série crescente de ações e declarações ameaçadoras nas últimas semanas".

"A resposta dos EUA e nossos aliados é clara: não queremos guerra, mas 40 anos de assassinatos de soldados americanos por parte do Irã, seus ataques a instalações norte-americanas e tomada de reféns estadunidenses sempre nos lembra que devemos saber defender-nos", disse Pompeo.

Ao mesmo tempo, o secretário de Estado reiterou que o presidente dos EUA, Donald Trump, quer reunir-se com altos funcionários de Irã para chegar a um acordo.

Anteriormente, os EUA anunciaram o envio de um porta-aviões e bombardeiros para o golfo Pérsico no quadro das ameaças crescentes de Teerã.

As tensões entre os dois países aumentaram em meados de abril, quando o presidente Donald Trump anunciou a decisão de classificar o Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês) como organização terrorista.

Em resposta, o Conselho Supremo de Segurança Nacional do Irã classificou o Comando Central dos Estados Unidos (Centcom) também como organização terrorista e designou os EUA como país patrocinador do terrorismo.

07:15 10.05.2019 Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários