Mídia russa afirma que Kornet 'arruina' completamente a última versão do tanque Abrams

Reportagem russa afrima que Kornet 'arruina' completamente a última versão do tanque Abrams

O mais novo sistema da Rússia de mísseis guiados antitanques Kornet-EM 'arruina' completamente a versão mais recente do tanque Abrams do Exército dos EUA, equipado com sistemas de proteção ativa Trophy, de acordo com várias reportagens pró-Kremlin.

A agência de notícias estatal russa TASS, a principal fonte de notícias do país, informou que o mais recente sistema de proteção ativa Trophy fornecido para os veículos de combate dos exércitos israelense e norte-americano é pouco adequado para combater as modernas armas antitanque russas.

O Trophy é um sistema de proteção ativa, conhecido como APS, projetado para detectar, localizar e (se necessário) neutralizar as ameaças contra blindagem. Hard-kill refere-se a contramedidas físicas, como explosões ou projéteis que destroem ou desviam o fogo que chega.

Este sistema protege veículos blindados pesados ​​e médios contra ameaças que vão desde foguetes a projéteis ATGMS e Alto Explosivo Anti-Tanque (HEAT). A aquisição e rastreio extremamente precisas de alvos em conjunto com a tecnologia de contramedidas de Projéteis Formados por Múltiplos Explosivos (MEFP), garantem uma alta probabilidade de neutralização de ameaças (na maioria dos casos sem a iniciativa do inimigo) enquanto minimizam o potencial de efeitos colaterais. O TROPHY HV foi totalmente testado, qualificado e em produção em série para a força de blindados das Forças de Defesa de Israel (desde agosto de 2009) e agora instalado na versão mais recente do tanque de Abrams.

A TASS, citando uma fonte anônima da indústria de defesa israelense, disse que “o sistema Trophy provou sua alta eficácia em repelir lançamentos únicos de mísseis antitanques e granadas de foguetes, incluindo lançamentos de diferentes direções. No entanto, o sistema de proteção ativa ainda não pode sustentar a luta contra duas ou três munições antitanque lançadas em um intervalo mínimo. Essa tecnologia é usada nos sistemas mais recentes da Rússia, como por exemplo o sistema atualizado Kornet e lançadores de granadas de uso único”.

Também observou que, especificamente, este é o sistema antitanque autopropelido Kornet-EM de fabricação russa. O Kornet-EM é capaz de disparar dois mísseis em feixe em um intervalo mínimo.

O sistema de proteção ativa Trophy ainda precisará funcionar efetivamente contra as armas antitanque baseadas neste princípio, observou a fonte.

Isso por ser afirmado afirmado após a mídia estatal russa lançar uma mini-cruzada contra o Trophy após a notícia de que o Exército dos EUA revelou uma versão avançada do tanque M1 Abrams com um novo pacote de proteção em sua torre durante exercícios na Romênia.

Tanque M1A2 Abrams [ 笑脸男人 @lfx160219]

O tanque M1 Abrams, na sua versão mais recente, é considerado o mais tecnologicamente avançado tanque digital do mundo, com poder de fogo superior e equipado com o sistema de proteção ativa Trophy, que ajudará a protegê-lo contra mísseis antitanque guiados e foguetes antitanque de infantaria.

6 de junho de 2019 Defense Blog

Postar um comentário

0 Comentários