Equipamento militar russo participará de exercícios militares na Venezuela

Militares das Forças Armadas da Venezuela. Participantes do Biatlo de Tanque.

Material bélico russo irá participar de exercícios militares na Venezuela, cujo início está previsto para 24 de julho, anunciou o vice-ministro das Relações Exteriores russo, Sergei Ryabkov.

"Em grande parte o armamento e equipamentos militares que estão na Venezuela e são utilizados pelo Exército desde país são de fabrico russo. Por isso [os exercícios] não poderão ser realizados de outra forma. Não sei se há tipos de armamento que eles tivessem adquirido em outros países, mas, em sua grande maioria, o Exército [venezuelano] está equipado com nosso armamento, portanto ele também será utilizado", disse Sergei Ryabkov.

Ao ser perguntado sobre o número de especialistas militares russos que efetuam a manutenção técnica do material russo na Venezuela, o diplomata respondeu que "houve uma rotação", e que neste momento "praticamente não há pessoal russo", no país sul-americano.

"Mas isto não quer dizer que não podem ir para lá [Venezuela] quando voltar a ser necessária a manutenção técnica do equipamento", destacou Ryabkov.

O vice-ministro destacou que "tudo isso se enquadra nos contratos" assinados entre os dois países, não é uma decisão do alto comando militar ou da liderança política da Rússia.

"É muito estranho que tal suscite tanta atenção, que resulta de o tema estar sendo afetado artificialmente", acrescentou ele.

Ontem (10), Ryabkov, que irá visitar Venezuela entre os dias 20 e 22 deste mês, disse que Moscou não vê quaisquer sinais ocultos nos exercícios militares da Venezuela.

No passado dia 5, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou que no dia 24 de julho irão ser realizados exercícios militares para comemorar a proclamação da independência da Venezuela e com objetivo de defender a costa e as fronteiras venezuelanas.

06:04 11.07.2019 (atualizado 06:07 11.07.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários