Excluir Turquia da OTAN é impossível, afirma ministro turco

Militares turcos

A Turquia continua sendo membro da OTAN e é impossível ela ser excluída, pois as decisões da aliança são tomadas por consenso, indica o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu.

Mevlut Cavusoglu explicou, em entrevista ao canal da televisão TGRT, que "as decisões da aliança são tomadas por consenso e, mesmo que apenas um país se oponha, a decisão não será tomada", por isso" é impossível excluir a Turquia da OTAN".

"Portanto, falar de uma 'mudança de ênfase' é manipulação política. Somos membros da OTAN há mais de 50 anos e continuamos a ser. Mas, entretanto, não pertencemos a ninguém. A Turquia está aberta a todo o mundo. Onde estão seus interesses, é para lá que vamos, e ninguém pode impedi-lo", disse Cavusoglu.

Além disso, o ministro turco afirmou que "embora a Turquia queira aderir à UE, ela não vai esperar à sua porta eternamente". Os turcos ingressaram na OTAN em 1952 e são candidatos a ingressar na União Europeia desde 1999.

Tensões entre Turquia e EUA

Entretanto, a compra dos novíssimos sistemas russos de defesa antiaérea S-400 provocou uma disputa internacional entre a Turquia e os EUA, que exigiram o abandono pelos turcos do acordo de compra dos sistemas russos, chegando até a oferecerem seus sistemas de mísseis Patriot em troca.

10:05 22.07.2019 (atualizado 10:14 22.07.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários