Turquia comprará caças de outros países se EUA não venderem F-35, afirma Erdogan

Caças norte-americanos F-35

A Turquia tomará medidas no caso dos EUA se recusarem a vender os novos caças F-35, disse o presidente Recep Tayyip Erdogan.

Segundo Erdogan, a Turquia procurará o mesmo armamento em outros lugares em caso de exclusão do programa dos caças americanos.

"Não nos vão dar o F-35? Então não se ofendam, nós tomaremos medidas sobre este tema, procuraremos opções em outros lugares", disse Erdogan falando em Ancara.

Os EUA anunciaram anteriormente a decisão de excluir a Turquia do programa do F-35 após o início das entregas dos sistemas de defesa antiaérea russos S-400 ao país. A participação de Ancara do programa será finalmente cancelada até ao final de março de 2020.

Posição de Moscou

Neste contexto, em uma declaração oficial o CEO da corporação estatal russa Rostec, Sergei Chemezov, afirmou que a Rússia está disposta a fornecer caças Su-35 à Turquia.

"Se os nossos colegas turcos expressarem tal desejo, estamos dispostos a trabalhar sobre a entrega de caças Su-35", afirmou.

Uma fonte militar turca afirmou que ainda é cedo para falar sobre a compra de caças russos Su-35 pela Turquia, essa proposta será analisada pelo presidente Tayyip Erdogan.

09:25 26.07.2019 Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários