Bolívia anuncia chegada de aeronave russa para combater incêndios florestais

Avião militar russo Il-76 (foto de arquivo)

O presidente da Bolívia, Evo Morales, anunciou que um avião Il-76, emprestado pela Rússia, se juntará na próxima semana ao combate aos incêndios que atingem florestas na região de Santa Cruz.


O presidente declarou em um comunicado oficial que a mobilização para combater os incêndios que já atingiram cerca de 800 mil hectares do Bosque Seco Chiquitano, um ecossistema de transição entre a Amazônia e o Chaco, continua.

"Em quatro ou cinco dias, chegará um avião Ilyushin Il-76 da Rússia, com capacidade de 50 mil litros. É um empréstimo, pagaremos apenas os custos operacionais", disse Morales em Concepcion, uma das cidades próximas aos incêndios.

Morales disse que o Ilyushin Il-76, a segunda maior aeronave de combate a incêndios do mundo, se juntará ao maior avião do tipo, o Boeing 747 Supertanker, com capacidade para 75 mil litros, contratado pelo governo.


Mais de 4 mil militares, bombeiros, policiais, voluntários e técnicos participam da mobilização, com apoio de 12 helicópteros, incluindo dois enviados pelo Peru e três fornecidos pela França, vários aviões e cerca de 300 veículos, incluindo 45 carros-pipa.

Morales agradeceu a cooperação internacional, que também inclui doações de mais de dois milhões de dólares e a participação de pelo menos 300 pessoas entre bombeiros e especialistas.

Os graves incêndios florestais na Bolívia se tornaram objeto de debate entre os candidatos das eleições gerais e presidenciais que serão realizadas no dia 20 de outubro, e nas quais Morales buscará seu quarto mandato consecutivo.

20:31 30.08.2019 (atualizado 05:19 31.08.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários