Documentos secretos da Segunda Guerra finalmente tornados públicos



MOSCOU - O documento diplomático mais misterioso do século 20 foi mostrado ao público em geral pela primeira vez em Moscou. É o original do protocolo secreto do Pacto de Não Agressão da Alemanha e da União Soviética. Esta é uma das centenas de itens exibidos na exposição dedicada ao início da Segunda Guerra Mundial.


Os documentos desclassificados finalmente lançam luz sobre o que realmente aconteceu na época dos primeiros estágios da Segunda Guerra Mundial. A historiografia ocidental sempre desejou explorar o Pacto de Não Agressão entre a Alemanha e a União Soviética como uma arma política com o propósito de desacreditar a União Soviética (e depois a Federação Russa), tentando retratar a Rússia e sua liderança como igualmente más, se não piores que Hitler e os nazistas.


Os documentos desclassificados explicam em detalhes como o Reino Unido e a França estavam cortejando Hitler. O primeiro-ministro britânico, lorde Chamberlain, era famoso por sua política de conciliação com os nazistas, que culminou no absurdo Acordo de Munique, assinado pelo Reino Unido, Alemanha nazista, França e Itália fascista, pelo qual a Tchecoslováquia foi desmembrada, com terras tchecas cedidas a Alemanha nazista ou simplesmente ocupada, enquanto a Eslováquia foi transformada em um Estado fantoche nazista.

A Polônia participou da invasão da Tchecoslováquia em 1938, junto com a Alemanha nazista, embora poucos no Ocidente mencionem esse detalhe “trivial”.
A Polônia participou da invasão da Tchecoslováquia em 1938, junto com a Alemanha nazista, embora poucos no Ocidente mencionem esse detalhe “trivial”.

Outra parte interessante da exposição foram documentos mostrando os detalhes do Pacto de Não-Agressão Alemão-Polonês, assinado em 26 de janeiro de 1934, poucos meses depois de Hitler tomar o poder na Alemanha. Se um pacto de não-agressão é uma aliança (embora longe disso), como muitas vezes alegam aqueles que desejam denegrir a União Soviética, então a Polônia foi o primeiro aliado de Hitler e numa época em que a Alemanha ainda estava longe de ser a nação mais poderosa da Europa. Por outro lado, a União Soviética foi o último país da Europa a entrar em qualquer tipo de acordo com a Alemanha nazista e só o fez devido a aliados ocidentais recusarem continuamente um acordo anti-Eixo com a URSS e depois da Alemanha ter conquistado a Europa.


Traduzido por Pacto de Varsóvia.

26 de agosto de 2019 Fort Russ

Postar um comentário

0 Comentários