EUA oficializam designação do Brasil como aliado prioritário fora da OTAN

Presidente dos EUA, Donald Trump, discursa na Casa Branca em Washington, EUA, 15 de julho de 2019

A decisão faz com que o Brasil e EUA tenham uma maior aproximação na esfera militar, além de facilitar a compra de armamentos de defesa norte-americanos.

O assunto sobre a possibilidade do Brasil virar um aliado prioritário dos Estados Unidos extra-OTAN havia sido discutido durante a visita do presidente Jair Bolsonaro à Casa Branca, em março deste ano.

Com o novo status de aliado preferencial fora da Aliança do Norte, o Brasil torna-se comprador preferencial de equipamentos e tecnologia militares dos EUA, participar de leilões organizados pelo Pentágono para vender produtos militares, além de ganhar prioridade para promover treinamentos militares com as Forças Armadas norte-americanas.

O único país da América Latina a gozar de uma parceria militar com os EUA fora do âmbito da Aliança do Atlântico Norte era a Argentina. Outros 16 países receberam a nomeação de Washington, incluindo Austrália, Egito, Israel e Japão.

22:57 31.07.2019 (atualizado 08:20 01.08.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários