OTAN ainda considera Turquia ser um membro importante

Secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, durante coletiva de imprensa na sede da organização em Bruxelas, 14 de fevereiro de 2017

SPUTNIK - A Turquia segue sendo um membro importante da aliança, apesar da compra de sistemas antiaéreos russos S-400, disse o secretário-geral da OTAN.

Nesta quarta-feira, o secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg, visitou a Austrália e comentou para a imprensa a situação de Ancara no bloco militar.

"A questão da compra de S-400 é muito séria, mas a Turquia continua a desempenhar um papel importante na OTAN, que não se resume com o problema dos S-400", disse o militar.

Stoltenberg insistiu na tese de incompatibilidade dos S-400 com o sistema de defesa antiaérea da OTAN, mas não explicou como os S-300 russos, de geração anterior e localizados na Alemanha, apesar disso, fazem parte do sistema da aliança.

"Estou preocupado com as consequências dessa decisão, pois para a OTAN é importante a compatibilidade dos sistemas de armamento. O S-400 não será integrado no sistema único de defesa antiaérea da aliança", declarou ele.

Em setembro de 2017, a Rússia celebrou um contrato com a Turquia para fornecimento de sistemas S-400 no valor de U$ 2,5. O contrato contempla transferência de tecnologia para Ancara e as entregas já começaram a ser realizadas no dia 12 de julho.

Os EUA e a OTAN, no entanto, se posicionaram contra o acordo. No dia 17 de julho, a porta-voz da Casa Branca, em um comunicado, informou que a decisão da Turquia de adquirir armas russas inviabiliza a participação do país no programa de desenvolvimento de caças F-35.

15:22 07.08.2019 (atualizado 15:23 07.08.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários