Rússia encontra isótopos radioativos em amostras após acidente na região de Arcangel

Sevmash, empresa de construção naval, Severodvinsk

Isótopos radioativos de estrôncio, bário e lântano foram encontrados em amostras colhidas em Severodvinsk, na região de Arkhangelsk, após explosão durante teste de um motor de foguetes em 8 de agosto.


O Serviço Federal de Hidrometeorologia e Vigilância Ambiental da Rússia (Rosgidromet) afirmou na segunda-feira (26) que tinha encontrado isótopos radioativos em amostras do ar em Severodvinsk.

"A composição em radionuclídeos das amostras colhidas em Severodvinsk mostrou a presença de radionuclídeos artificiais de curta duração 91Sr […], 139Ba […], 140Ba […] e de seu derivado 140La [...], cujos produtos de decaimento são gases inertes radioativos", diz a declaração do Rosgidromet.

Antes, os especialistas do Rosgidromet detectaram gases nobres radioativos nas amostras do ar nesta região. Segundo o Serviço, esses gases foram a causa do breve aumento do fundo radioativo em 8 de agosto, no dia do acidente.

Segundo o Rosgidromet, atualmente "nas cidades de Severodvinsk e Arkhangelsk não foram detectados radionuclídeos artificiais nas amostras de aerossóis radioativos no ar e nas partículas sólidas atmosféricas".

Os especialistas do Serviço adicionam que agora a situação radioativa está estabilizada.


Explosão durante teste de motor de foguetes


A explosão ocorreu em uma área militar na região de Arkhangelsk durante os testes de um motor de foguete a propelente líquido em 8 de agosto. A estatal nuclear russa Rosatom disse que a explosão e o fogo mataram cinco funcionários da empresa e três pessoas ficaram feridas.

Uns dias após a explosão, a unidade regional do Ministério de Emergências da Rússia anunciou que o fundo de radiação na região era normal, a julgar pelas amostras de solo, água e areia.

11:31 26.08.2019 Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários