Rússia testa mísseis balísticos intercontinentais lançados de submarinos nucleares

Lançamento de quatro mísseis a partir do submarino Yuri Dolgoruky da classe Borei

Os mísseis foram lançados a partir dos submarinos Tula e Yuri Dolgoruky, posicionados no oceano Ártico e no mar de Barents, informou o Ministério da Defesa da Rússia.


No sábado (24), as Forças Armadas da Rússia realizaram lançamentos de mísseis balísticos intercontinentais.



Mísseis balísticos Bulava e Sineva foram lançados dos submarinos Tula e Yuri Dolgoruky contra alvos no polígono de Kura, na região de Kamchatka (Extremo Oriente da Rússia), e Chizha, na região de Arkhangelsk, informa o Ministério da Defesa do país.

Os mísseis Sineva e Bulava foram disparados da região do Polo Norte, no Ártico, e a partir do mar de Barents. Os projéteis "completaram o círculo completo do programa de voo e alcançaram com êxito os alvos" nos polígonos, declararam militares russos.

Durante os testes, foram verificadas as características técnicas dos mísseis e o funcionamento dos sistemas de lançamento dos submarinos.

Projetos Tula e Yuri Dolgoruki


Tula é um submarino nuclear estratégico de mísseis construído em 1987 pela empresa de construção naval russa Sevmash. O submarino está armado com o sistema de mísseis Sineva.

Yuri Dolgoruky é o principal submarino do projeto 955 Borei, da Frota do Norte da Rússia. O submarino porta 16 mísseis balísticos R-30 Bulava, desenvolvidos para esta classe de submarinos e que constituem sua arma principal.

11:28 24.08.2019 (atualizado 11:42 24.08.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários