Conheça o Boeing OC-135B Open Skies

OC-135B Open Skies

O avião de observação da Força Aérea dos Estados Unidos OC-135B Open Skies auxilia o Tratado de Céus Abertos. A aeronave, um WC-135B modificado, realiza voos de observação desarmados sobre as regiões participantes do tratado. 

Três aeronaves OC-135B foram modificadas pela 4950ª ala de testes do Aeronautical Systems Center na Base da Força Aérea de Wright-Patterson, em Ohio. O primeiro OC-135B com capacidade operacional foi designado para o 24º Esquadrão de Reconhecimento na Base Aérea de Offutt em outubro de 1993. Ele agora está equipado com um conjunto básico de equipamentos de navegação e sensores e em 1997 foi colocado em armazenamento inviolável no Centro de Manutenção e Regeneração Aeroespacial de Base da Força Aérea Davis-Monthan, perto de Tucson, Arizona. Duas aeronaves OC-135B totalmente operacionais foram entregues em 1996 com o conjunto completo de sensores permitidos pelo tratado, que inclui um sensor infravermelho de varredura em linha, um radar de abertura sintética e sensores de varredura de vídeo.

Descrição da aeronave

O interior acomoda 35 pessoas, incluindo a tripulação da cabine, a equipe de manutenção de aeronaves, representantes de países estrangeiros e membros da tripulação da Agência de Redução de Ameaças à Defesa (DTRA) do Departamento de Defesa dos EUA. As câmeras instaladas incluem uma câmera vertical e duas oblíquas KS-87E, usadas para fotografias em baixa altitude, aproximadamente 3.000 pés (900 m) acima do solo, e uma câmera panorâmica KA-91C usada para fotografias em grandes altitudes a aproximadamente 11.000 m, que digitaliza de um lado para o outro para fornecer uma ampla visão de cada foto.

O sistema de anotação e gravação de dados (DARMS) processa sinais de navegação, altitude, hora e câmera para anotar cada imagem com posição, altitude, hora, ângulo de rotação e outras informações corretas. Além disso, este sistema registra todas as fotos tiradas de acordo com a câmera, quadro e posição de navegação. Um teclado com trackball é o dispositivo de entrada para operação deste sistema. Dois monitores VGA coloridos de 12 polegadas (30 cm) da Barco exibem anotações da câmera e outros dados da câmera na tela para uso do operador do sensor e do observador.


O controle da câmera, localizado no console do operador do sensor, opera e ajusta câmeras individuais para cobertura de nuvens, sobreposição de quadros e outras funções. O console do operador de sensores acomoda quatro assentos e possui todos os equipamentos listados acima, além de controle de aquecimento do compartimento da câmera, cronômetros, oxigênio de emergência, interfone e iluminação individual. O console de acompanhamento de voo também acomoda quatro assentos e inclui a maioria dos equipamentos listados acima, exceto pelo DARMS e controles da câmera.

Sete resfriadores comerciais Norcold Tek II com unidades de refrigeração individuais mantêm o controle de temperatura e umidade para manter o desempenho máximo do filme. As unidades podem ser removidas, se necessário, da aeronave para transportar o filme. Os resfriadores são capazes de armazenar 12.000 m de filme.

Boeing OC-135B Open Skies (717-158)
Boeing OC-135B Open Skies (717-158)

Trajetória de voo

A aeronave voa em sua rota de voo pretendida por toda a missão, sem depender de dispositivos de navegação em terra. Um sistema comercial de GPS topo de linha, o Litton 92 INS/GPS, que é um sistema de navegação inercial (INS) integrado com um sistema de posicionamento global (GPS), fornece atualizações contínuas. O GPS atualiza o INS várias vezes por segundo para corrigir quaisquer desvios na trajetória de voo. O INS também fornece latitude, longitude, tempo, ângulo de rotação e altitude barométrica precisos aos sistemas DARMS e câmera. Um computador de velocidade do ar real alimenta os dados da velocidade no INS.


Um altímetro de radar de altitude combinado fornece  ao piloto informações precisas de altura acima do solo para fins de navegação, bem como um sinal para o DARMS para anotação de filme. Ele possui uma precisão de 0 a 15.000 m (0 a 50.000 pés) acima do nível do solo. Além disso, um altímetro métrico é instalado no painel de instrumentos do piloto para referência de altitude ao voar em países que usam a escala métrica como referência de altitude.

As aeronaves estão sendo atualizadas com o Sistema de Navegação Block 30 Pacer Crag, uma primeira etapa para torná-las compatíveis com as diretrizes de Gerenciamento Global de Tráfego Aéreo e Padrões Globais de Navegação Aérea da ICAO.


Interior do Boeing OC-135B (717-158)
Interior do Boeing OC-135B (717-158)


Modificações

As modificações do OC-135B estão centralizadas em torno de quatro câmeras instaladas na parte traseira da aeronave. Como sua principal missão é tirar fotos, a maioria dos equipamentos e sistemas instalados fornece suporte direto às câmeras e ao operador da câmera. Outras modificações na aeronave também incluíram a instalação de uma unidade de energia auxiliar, compartimento de bagagem da tripulação, console do operador do sensor, console de acompanhamento de voo e aviônicos atualizados. Embora a aeronave possua uma grande janela na porta de carga, isso é simplesmente um remanescente de seu papel anterior de reconhecimento climático.


Outras modificações suportam a tripulação. Um sistema de oxigênio gasoso substituiu o sistema de oxigênio líquido para ser mais compatível com os aeródromos estrangeiros, e um sistema de iluminação fluorescente foi adicionado em toda a cabine para fornecer iluminação adequada para operação e inspeções. Quatro assentos atualizados com mesa de conferência, interfone, iluminação e oxigênio compõem o posto dos comandantes da missão dos comandantes de missão de ambos os países. Um sistema de interfone de quatro canais permite comunicações segregadas entre vários elementos a bordo. A unidade de energia auxiliar permite que a aeronave dê partida nos motores e fornece energia elétrica e aquecimento da cabine, independentemente do equipamento de apoio no solo. Foi fabricado pela Allied Signal com a instalação e o projeto de instalação da E-Systems e World Auxiliar Power Company.

A aeronave está designada ao Comando de Combate Aéreo da 55ª Ala, 45º Esquadrão de Reconhecimento, Base da Força Aérea de Offutt, perto de Omaha, Nebraska, para operações, treinamento e manutenção. Quando encarregado, o papel da ACC é transportar uma equipe de observação da DTRA para um aeroporto de ponto de entrada do Céus Abertos, realizar o voo de observação e depois retornar com a equipe aos Estados Unidos.


Especificações (OC-135)

FunçãoApoio à Observação / Tratado de Céus Abertos
FabricanteDivisão de Aviões Militares da Boeing
IntroduçãoJunho de 1993
Usuário principalForça Aérea dos Estados Unidos
Número construído3
Desenvolvido a partir deC-135 Stratolifter

Características gerais

  •     Tripulação: Sete (três pilotos, dois navegadores e dois técnicos de manutenção de sensores)
  •     Capacidade: 31 tripulantes, incluindo tripulação DTRA: comandante da missão, vice-comandante da missão, dois operadores de sensores e um seguidor de voo
  •     Comprimento: 41,53 m (136 ft 3 in)
  •     Envergadura: 39,88 m (130 ft 10 in)
  •     Altura: 41 ft 8 in (12,70 m)
  •     Área da asa: 226,0 m2 (2.433 pés quadrados)
  •     Aerofólio: raiz: BAC 310/311/312; dica: BAC 313
  •     Peso vazio: 44.663 kg (98.466 lb)
  •     Peso vazio vazio: 56.000 kg (124.000 lb)
  •     Peso bruto: 134.717 kg (297.000 lb)
  •     Peso máximo de decolagem: 146.284 kg (322.500 lb)
  •     Motorização: motores turbofan 4 × Pratt e Whitney TF33-P-5, 80 kN (18.000 lbf) de impulso cada

Desempenho

  •     Velocidade máxima: 504 kn (580 mph, 933 km / h)
  •     Alcance: 2.998 nado (3.450 mi, 5.552 km)
  •     Teto de serviço: 50.000 pés (15.000 m)
  •     Taxa de subida: 4.900 pés / min (25 m / s)

Aviônicos

  •     3x câmeras Boeing KS-87B
  •     1x câmera panorâmica Recon / óptica KA-91B
  •     Radar de abertura sintética Loral AN / UPD-8
  •     Equipamento de navegação e comunicação aprimorado

Traduzido por Pacto de Varsóvia.

Editado pela última vez em 8 de agosto de 2019, às 18:22 Wikipedia

Postar um comentário

0 Comentários