Divulgado o codinome da OTAN para o caça furtivo russo Su-57

Caça russo de 5ª geração Su-57 no show aéreo MAKS 2019

O jato russo Su-57 é o primeiro caça furtivo russo. Com capacidades muito superiores às das gerações anteriores, o Su-57 deve integrar a Força Aérea russa no fim deste ano.

A OTAN teria adotado o codinome "Felon" para o aparelho, que em inglês significa "criminoso", "meliante" ou "facínora". O novo "vilão" da OTAN, produzido pela empresa Sukhoi, deve dominar a Força Aérea russa nos próximos anos.

Com capacidade de manobra e cruzeiro bastante desenvolvidas, o Su-57 obtém melhor desempenho do que as gerações anteriores, inclusive do que os caças MiG-29 e Su-27.

A OTAN utiliza codinomes para identificar navios, aeronaves ou mísseis utilizados pelos seus potenciais adversários, como a Rússia e a China. Raramente a aliança aplica codinomes para equipamentos militares de outros países.

A OTAN havia adotado um codinome provisório ("Frazor") para o programa da empresa que desenvolveu o caça. Mas agora que a aliança reconheceu que o jato veio  para ficar, aplicou um nome fixo, e muito mais sinistro.

06:06 31.10.2019 (atualizado 08:41 31.10.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários