Morre o primeiro homem a andar no espaço

Cosmonauta soviético Aleksei Leonov em 2017

Cosmonauta soviético Aleksei Leonov, o primeiro humano a realizar a caminhada espacial, morreu aos 85 anos.


Leonov faleceu nesta sexta-feira (11) aos 85 anos, segundo informa a assessoria de imprensa do Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin.

Aleksei Leonov nasceu em 30 de maio de 1934 na Sibéria Ocidental, se graduou da escola de aviação. Em 1960 foi alistado no primeiro destacamento de cosmonautas soviéticos.


Em março de 1965 Leonov realizou a primeira caminhada no espaço aberto na história da humanidade. A caminhada durou 12 minutos. Quando o cosmonauta voltava à nave Voskhod-2, ele se encontrou em uma situação de emergência: seu traje espacial inflou-se, o que o obrigou a entrar na escotilha com a cabeça para frente, ao contrário do que estipulava o regulamento.

Cosmonauta Aleksei Leonov vestindo traje espacial.
Cosmonauta Aleksei Leonov vestindo traje espacial.

No fim dos anos 1960, Leonov treinava para o voo ao redor na Lua e o desembarque na superfície do satélite natural da Terra.

Em junho de 1971 Aleksei Leonov deveria fazer parte da tripulação da primeira no mundo estação orbital Salyut, mas por causa de uma doença do seu colega Valery Kubasov, três outros cosmonautas partiram para a estação. Todos eles morreram durante o regresso à Terra em resultado de despressurização da nave Soyuz-11.

Em julho de 1975 ele participou do famoso voo da missão Apollo-Soyuz e da primeira acoplagem na história de espaçonaves soviética e norte-americana em órbita da Terra.

Cosmonauta soviético Aleksei Leonov na cerimônia de entrega de seus dois quadros para a Galeria Estatal Tretiakov
Cosmonauta soviético Aleksei Leonov na cerimônia de entrega de seus dois quadros para a Galeria Estatal Tretiakov

De 1970 a 1991 ele foi vice-chefe do Centro de Treinamento de Cosmonautas Yuri Gagarin. Aleksei Leonov também foi candidato a doutor em ciências técnicas, autor de quatro invenções e de mais de dez obras científicas, foi duas vezes Herói da União Soviética. Ele também foi reconhecido como um artista talentoso.

08:19 11.10.2019 (atualizado 10:22 11.10.2019) Sputnik


Postar um comentário

0 Comentários