O Su-57 poderá em breve ser um caça "super furtivo" de sexta geração

O Su-57 poderá em breve ser um caça "super furtivo" de sexta geração

Rússia revelou o projeto de uma nova aeronave de combate de sexta geração pela primeira vez em março de 2016. De acordo com oficiais de defesa russos, a nova aeronave está programada para estar disponível em configuração tripulada e não tripulada e pode ir ao ar pela primeira vez no final de 2020.


A Rússia pode transformar  seu primeiro caça de quinta geração , o Sukhoi Su-57, em um caça de sexta geração, disse recentemente à TASS o ex-chefe da Força Aeroespacial Russa, o coronel general Viktor Bondarev.

“Na verdade, este é um plano esplêndido e pode incluir recursos de quinta e sexta geração. Ele tem um enorme potencial de modernização ”, afirmou Bondarev, agora presidente do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação. “Importante, é o melhor entre as versões existentes por suas características furtivas. Ele incorpora o melhor que há disponível na ciência da aviação moderna, tanto na Rússia quanto no mundo ”, acrescentou.

Conforme relatado por  Franz-Stefan Gady em uma extensa matéria para o The Diplomat , oficiais de defesa russos afirmaram repetidamente que equipamentos projetados para o futuro caça de sexta geração foram testados no protótipo Su-57, incluindo sistemas de voo e navegação, bem como sistemas avançados de guerra eletrônica e radar.

Vale ressaltar que a Rússia revelou o projeto de uma nova aeronave de combate de sexta geração pela primeira vez em março de 2016. De acordo com oficiais de defesa russos, a nova aeronave está programada para estar disponível em configuração tripulada e não tripulada  e pode ir ao ar pela primeira vez no final de 2020.


Enquanto isso, o desenvolvimento do Su-57 continua, mas Bondarev alertou que levará tempo para que a nova aeronave seja introduzida em serviço. “No primeiro ano, a Força Aeroespacial não receberá 20 ou 15 aviões. Ele terá apenas dois ou três e assim por diante”, afirmou ele em 1º de novembro.  A Força Aérea e Espacial Russa (RuASF)  está atualmente testando nove protótipos Su-57 com duas aeronaves adicionais que deverão ser entregues a Força Aérea até o final de 2017.

No entanto, ainda não está claro se o Su-57 pode ser considerado um caça de quinta geração. A aeronave pretendia substituir os caças MiG-29 e  Su-27 da quarta geração do RuASF . O Su-57 é o produto do programa PAK FA (literalmente “Futuro Sistema da Aviação de Linha de Frente”). O Su-57 é um avião de combate de quinta geração, monoposto e bimotor, projetado para superioridade aérea e funções de ataque e será o primeiro avião do Força Aérea Russa a usar tecnologia furtiva.

Como já explicamos,  o principal problema do Su-57  é que ainda falta um motor que atenda às especificações que Bondarev está reivindicando.

De fato, os protótipos Su-57 são equipados com um motor derivado do Saturn AL-41F1S, apelidado AL-41F1, que também equipa o Sukhoi Su-35S Flanker-E.

16 de agosto de 2019 The National Interest

Postar um comentário

0 Comentários