Exército de Israel confirma ataque aéreo maciço contra alvos na Síria

Fumaça paira sobre bairros da capital síria, Damasco, após explosão

As Forças de Defesa de Israel (FDI) disseram nesta quarta-feira (20) ter realizado um ataque maciço contra cerca de 20 alvos militares sírios e iranianos na Síria, informou o jornal israelense Haaretz.

Segundo informou um correspondente da Sputnik no local, os mísseis foram disparados de "aviões de combate israelenses" sobre a capital, Damasco. A televisão estatal da Síria informou que a defesa aérea repeliu o ataque contra a capital e seus arredores.

"Na quarta-feira [20], as FDI anunciaram ter atacado múltiplos alvos pertencentes às forças Quds iranianas e ao exército de Bashar Assad na Síria", escreve o jornal, que detalha que entre os alvos  estavam lançadores de mísseis de classe terra-terra, depósitos de armas, quartéis-generais e bases militares.

"Os combatentes das IDF atacaram dezenas de alvos militares pertencentes às forças Quds iranianas e ao exército sírio", diz o comunicado das IDF.

"O ataque foi realizado em resposta ao lançamento de mísseis pelas forças iranianas a partir do território da Síria contra Israel, com a intenção de atacar o território israelense", cita o comunicado do exército.


Consequências do ataque

A declaração militar refere que foram atacados cerca de 20 alvos, mais de metade dos quais pertenciam às forças iranianas. Um dos alvos era um edifício perto do aeroporto de Damasco, onde supostamente a sede da Quds está localizada. Alega-se que as forças israelenses intencionalmente não o destruíram na sua totalidade.

A agência de notícias estatal síria SANA informou que fragmentos de um míssil atingiram uma casa na cidade de Saasaa, a sudoeste de Damasco, ferindo três pessoas, incluindo um menor. Além disso, fragmentos de um outro míssil atingiram um edifício residencial na cidade de Qudsaya, a oeste de Damasco, ferindo uma criança.

O serviço de imprensa do exército israelense informou na terça-feira (19) que os militares detectaram o lançamento de quatro mísseis contra território israelense a partir da Síria, todos eles interceptados.

04:19 20.11.2019 (atualizado 04:23 20.11.2019) Sputnik


Postar um comentário

0 Comentários