Rússia inicia desenvolvimento de mísseis de curto e médio alcance em resposta aos EUA

Preparação para desmantelamento do sistema de mísseis RSD-10 no âmbito do Tratado INF (foto de arquivo)

A Rússia vai iniciar o desenvolvimento de mísseis de alcance curto e médio como resposta simétrica às ações dos EUA, declarou o ministro das Relações Exteriores, Sergei Lavrov, durante uma conferência em Moscou sobre não-proliferação.


"Uma vez que os Estados Unidos já começaram o desenvolvimento de mísseis terrestres de alcance curto e médio, nós, como o presidente Vladimir Putin preveniu, vamos tomar medidas recíprocas", disse o chanceler russo.

"Ao mesmo tempo, a fim de preservar a janela de oportunidade para encontrar formas de manter a previsibilidade na área de mísseis, a Rússia tomou a decisão de não substituir os mísseis terrestres de alcance médio e curto em nenhum lugar enquanto em uma determinada região não forem implantados mísseis da mesma classe de fabricação americana" destacou Lavrov.

O chanceler destacou também que a OTAN dá a entender que não irá aceitar uma moratória sobre a implantação deste tipo de mísseis na Europa.

"O presidente Putin apelou aos líderes dos países-membros da OTAN e às nações da região Ásia-Pacífico para se juntarem à moratória sobre a implantação de mísseis terrestres de alcance médio e curto. No entanto, não houve uma resposta clara por parte da Aliança Atlântica. Para além disso, nos dão claramente a entender que a OTAN não irá concordar com isso", concluiu o chanceler russo.

05:34 08.11.2019 (atualizado 15:07 08.11.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários