Sistema de defesa antiaérea Pantsir-S é instalado no norte da Síria

Sistema de mísseis antiaéreos Pantsir-SM no polígono de Alabino

Moscou posicionou um sistema de mísseis antiaéreos no norte da Síria juntamente com helicópteros para reforçar os meios da Força Aeroespacial russa no território.

Um complexo de mísseis antiaéreos Pantsir-S foi implantado no aeroporto de Qamishli, no norte da Síria, relata o canal de TV Zvezda.

Vários helicópteros foram realocados da base aérea russa de Hmeymim para Qamishli.

    "Este é o primeiro grupo de helicópteros de ataque da Força Aeroespacial russa aqui no norte da Síria. Estão se preparando para pousar. O momento é histórico. A partir de agora, o nosso grupo de aviação irá operar permanentemente no aeroporto de Qamishli. Os helicópteros são protegidos do solo pelo sistema de defesa aérea Pantsir. A Polícia Militar isolou o local de aterrissagem", informa o canal russo Zvezda.


Sistema Pantsir-S

O complexo de mísseis Pantsir-S foi concebido para proteger estruturas civis e militares de todos os meios modernos de ataque aéreo em quaisquer condições atmosféricas adversas que e em qualquer ambiente eletrônico. O sistema também pode ser implantado em navios e defendê-los contra ameaças submarinas.

Sistemas de defesa antiaérea Pantsir-S1 na exposição EXÉRCITO 2017

Patrulha de fronteira

Os helicópteros de transporte e ataque da Força Aeroespacial russa expandiram a área de patrulha aérea no norte da Síria. O canal informa que tal contribuirá para a expansão da presença russa no espaço aéreo sírio, para a criação de novas rotas de patrulhamento terrestre por parte da Polícia Militar russa, bem como para a instalação de uma missão humanitária do Centro Russo de Reconciliação Síria na região.

Foram também instalados um serviço meteorológico em Qamishli e um posto médico para inspeção pré-voo da tripulação.

    "As metas e objetivos do gabinete do comandante de aviação são garantir voos ininterruptos, segurança dos helicópteros e defesa da área. A segurança requer a Polícia Militar, meios especiais, carros, combustível para garantir voos ininterruptos e cerca de dez unidades de equipamento automóvel. A principal tarefa é garantir a paz", disse Timur Khodzhaev, chefe do gabinete do comandante da aviação.

As patrulhas são efetuadas a baixas altitudes e os helicópteros não voam acima dos 50 metros. As patrulhas aéreas são efectuadas todos os dias no norte da Síria.

Acordo Rússia-Turquia

Em 22 de outubro, a Rússia e a Turquia assinaram um memorando ao abrigo do qual a polícia militar russa e as unidades de guarda de fronteiras sírias são destacadas no lado sírio da fronteira com a Turquia, fora da zona da Fonte de Paz. A tarefa é facilitar a retirada das tropas curdas e de suas armas a 30 quilômetros da fronteira. A retirada dos curdos foi concluída antes do previsto, após o que os militares russos e turcos iniciaram patrulhas conjuntas.

07:34 14.11.2019 (atualizado 07:39 14.11.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários