Situação na Bolívia não afeta visita de Putin ao Brasil para cúpula do BRICS

O presidente russo, Vladimir Putin, durante coletiva de imprensa, na cúpula do BRICS

Situação na Bolívia não afetará a visita do presidente da Rússia, Vladimir Putin, ao Brasil para a cúpula do BRICS nesta semana, afirma o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov.

Segundo o porta-voz do presidente russo, a visita de Vladimir Putin ao Brasil para a cúpula do BRICS está planejada para esta semana e será realizada de acordo com o programa elaborado.

    "Não, a situação na Bolívia não afetará a visita planejada para esta semana do presidente [Vladimir Putin] ao Brasil para a cúpula do BRICS. A visita será realizada de acordo com o programa já preparado", disse Peskov aos jornalistas.

Nas eleições presidenciais que decorreram na Bolívia no dia 20 de outubro Evo Morales venceu no primeiro turno, mas seu concorrente principal, Carlos Mesa, não reconheceu os resultados da votação. No domingo (10), as Forças Armadas da Bolívia apelaram a Morales para que ele renunciasse para manter a estabilidade no país. Depois disso, Morales anunciou sua renúncia.

Toda a alta liderança do país também se demitiu de seus cargos.

Uma série de países latino-americanos, entre os quais a Venezuela, o México e Cuba, declararam que na Bolívia ocorreu um golpe de Estado.

08:52 11.11.2019 (atualizado 11:42 11.11.2019) Sputnik

Postar um comentário

0 Comentários