Rússia celebrará Dia da Vitória em 9 de maio com grande desfile aéreo


04 DE MAIO DE 2020 Russia Beyond

Rússia celebrará Dia da Vitória em 9 de maio com grande desfile aéreo

Devido à pandemia de coronavírus, não será possível acompanhar os soldados e veículos terrestres desfilando na Praça Vermelha – mas o show acontecerá no céu.


O presidente russo Vladimir Putin anunciou, na semana passada, uma apresentação aérea será realizada para celebrar o Dia da Vitória em 9 de maio, que neste ano marca o 75º aniversário do fim da Segunda Guerra Mundial.

Putin adiou todas as demais celebrações da data, incluindo o desfile com mais de 14.000 soldados e 300 itens de equipamento militar, pela Praça Vermelha, em Moscou. Também não haverá veteranos da Segunda Guerra Mundial assistindo ao evento nem espectadores curtindo o desfile nas ruas da capital.


O que esperar e onde assistir


A parte aérea do desfile militar anual deverá ocorrer às 10 da manhã (horário de Moscou). A apresentação será exibida em tempo real no site do Ministério da Defesa da Rússia e no canal do YouTube.

A expectativa é que 75 aeronaves participem do show aéreo. Helicópteros de batalha e transporte da família Mil irão pairar sobre a Praça Vermelha, enquanto Mi-8s, acompanhado por Mi-26s, amplamente utilizado por militares russos e estrangeiros em operações mundo afora, começarão o “desfile aéreo”. Esses veículos serão seguidos por um esquadrão de Mi-28s (“Caçadores Noturnos”), que podem realizar missões de batalha, enquanto voam em alta velocidade e altitudes baixíssimas.

Helicópteros de batalha e transporte da família Mil irão pairar sobre a Praça Vermelha.
Helicópteros de batalha e transporte da família Mil irão pairar sobre a Praça Vermelha.

Outros equipamento de peso da indústria de helicópteros russos, o Ka-52 também irá se aventurar pelos céus ao longo da apresentação.

Logo em seguida, será a vez do maior jato de transporte aéreo estratégico do mundo, o An-124 Ruslan (Condor), sobrevoar Moscou. Ele deve ser acompanhado por várias aeronaves especializadas em alerta e controle aéreo A-50 (Mainstay).


Os principais caças de combate da Rússia, o MiG-29, o So-30SM e o Su-35S, devem então iniciar a fase final do desfile aéreo – com destaque para seis jatos Su-25 encerrando o show ao desenhar a bandeira russa com rajadas coloridas de fumaça.

Os principais caças de combate da Rússia, o MiG-29, o So-30SM e o Su-35S, devem então iniciar a fase final do desfile aéreo.
Os principais caças de combate da Rússia, o MiG-29, o So-30SM e o Su-35S, devem então iniciar a fase final do desfile aéreo.

Desfile adiado, mas Putin na TV


A previsão é que o evento ocorra no final do ano, depois que a pandemia cessar.

Todos os 14.000 soldados escolhidos, acompanhados por mais de 300 equipamentos militares, marcharão por Moscou. As pessoas, como em todos os anos anteriores, poderão acompanhar o desfile pelas ruas, tirar fotos e comemorar com os veteranos da Segunda Guerra Mundial o 75º aniversário da vitória sobre os nazistas.


Enquanto isso, a única parte ‘terrestre’ da celebração será a de Putin depositando flores na Chama Eterna, no centro de Moscou. O presidente também fará um pronunciamento direto do local, informou o porta-voz do Kremlin, Dmítri Peskov.

“Esperamos que, em 9 de maio, o presidente deposite flores na Chama Eterna e se dirija ao país a partir desse local”, disse Peskov em entrevista no sábado (2).

Postar um comentário

0 Comentários