Rússia inicia a produção de caças Su-35 para o Egito


15 MAIO, 22:29 TASS

Rússia inicia a produção de caças Su-35 para o Egito

A Rússia iniciou a produção de seus avançados caças Sukhoi Su-35 sob contrato com o Egito, disse uma fonte diplomática militar à TASS no sábado.


"A fábrica de aeronaves Gagarin em Komsomolsk-on-Amur lançou a produção do Su-35, destinado a ser entregue à Força Aérea Egípcia sob o contrato assinado em 2018", disse a fonte.


"O prazo para a entrega do primeiro lote para o Egito ainda não foi definido, devido às restrições impostas pelo novo surto de coronavírus", acrescentou.

A TASS não conseguiu confirmar oficialmente as informações no momento da publicação.

O diário Kommersant da Rússia informou em março de 2019 que o Egito decidiu comprar vários caças Su-35 fabricados na Rússia por cerca de US$ 2 bilhões. A assinatura do acordo nunca foi confirmada por fontes oficiais.

A China se tornou o primeiro país estrangeiro a comprar o Su-35 quando assinou um acordo de US$ 2,5 bilhões com a Rússia para 24 aeronaves. O acordo também previa o fornecimento de equipamentos de solo e motores sobressalentes. A entrega da aeronave para a China foi concluída em 2019.


O Su-35S é um jato de combate multiuso super-manobrável de geração 4 ++, altamente atualizado, desenvolvido com base nas tecnologias de quinta geração. O Su-35S se destaca por seu novo conjunto de aviônicos baseado no sistema de controle de informações, no novo radar, nos motores de ignição a plasma com maior eficiência e vetor de empuxo. Esses motores atendem aos requisitos para motores de caças de quinta geração, pois permitem o desenvolvimento de velocidade supersônica sem o uso de um pós-combustor.

O avião de caça supersônico Su-35S realizou seu primeiro voo em 19 de fevereiro de 2008. O caça é um derivado do avião Su-27. O Su-35S pesa 19 toneladas, possui um teto de serviço de 20.000 metros, pode desenvolver uma velocidade máxima de 2.500 km/h e possui tripulação de um piloto. O armamento do caça inclui um canhão aéreo de 30 mm, até 8 toneladas da carga útil de armas (mísseis e bombas de vários tipos) em 12 cabides inferiores nas asas. O Su-35S está em serviço no Exército russo desde 2015.

Traduzido por Pacto de Varsóvia.

Postar um comentário

0 Comentários