Tupolev confirma testes do Tu-22M3M modernizado em velocidade supersônica


27 de maio de 2020 TASS

Tupolev confirma testes do Tu-22M3M modernizado em velocidade supersônica


A Tupolev Aircraft Company (parte da United Aircraft Corporation) confirmou na quarta-feira o teste do segundo protótipo do bombardeiro altamente atualizado Tu-22M3M, que transporta misseis de longo alcance em velocidade supersônica.

"A assessoria de imprensa da Tupolev Aircraft Company confirma a entrada no estágio de teste de novos equipamentos e sistemas nos modos supersônicos de voo do avião altamente atualizado", disse a Tupolev à TASS.



Uma fonte da TASS disse na quarta-feira que o segundo protótipo do bombardeiro estratégico Tu-22M3M, altamente modernizado, havia sido submetido a testes em velocidade supersônica durante seu quarto voo de teste entre cinco já realizados.

Como a fonte disse, o bombardeiro atualizado mostrou estabilidade e controlabilidade e os sistemas e equipamentos modernizados operaram no modo normal durante os testes.

O segundo protótipo do bombardeiro Tu-22M3M de longo alcance está passando pela primeira fase de testes de voo no aeródromo da Kazan Aviation Enterprise (parte da Tupolev Aircraft Company). O bombardeiro realizou seu primeiro voo em março. Como a assessoria de imprensa da Tupolev especificou na época, o objetivo do voo era avaliar as características de decolagem e aterrissagem da aeronave e testar o sistema de informações e controle a bordo, acrescentando que o bombardeiro entraria em breve em um ciclo de voos de teste.



Segundo os dados da Tupolev Aircraft Company, o Tu-22M3M apresenta capacidades de combate expandidas e um maior alcance operacional. O ex-comandante da Força Aeroespacial da Rússia, Viktor Bondarev, atualmente chefe do Comitê de Defesa e Segurança do Conselho da Federação, disse anteriormente que a versão atualizada do bombardeiro poderia levar mísseis de cruzeiro Kh-32 e armas hipersônicas.

O Tu-22M3M é uma versão modernizada do bombardeiro supersônico de longo alcance Tu-22M3 com asas de geometria variável. Durante sua atualização, o bombardeiro receberá novos aviônicos e capacidade de empregar novos mísseis.

Traduzido por Pacto de Varsóvia.


Postar um comentário

0 Comentários