Ka-52M atualizado será equipado com míssil de cruzeiro de longo alcance

11 de junho de 2020 TASS

https://pbs.twimg.com/media/EJfKI84XYAETOTJ.jpg

O helicóptero de combate Kamov Ka-52M atualizado, armado com um novo míssil de cruzeiro de longo alcance, deve concluir os testes oficiais em outubro de 2022, de acordo com os dados publicados no site de compras governamentais do governo na quinta-feira.

Os documentos informam que "estão participando dos testes oficiais conjuntos helicópteros Ka-52M atualizados. Finalização dos helicópteros após os resultados dos testes oficiais conjuntos. Os prazos para o serviço contratual: 1 de dezembro de 2020 como início e 30 de setembro de 2022 para sua conclusão."

Durante sua atualização, o helicóptero Ka-52 receberá um novo míssil de cruzeiro de longo alcance, com o codinome 'item 305', com o qual o Mi-28NM já estava armado. Os informes de compras governamentais indicam que o helicóptero atualizado receberá um dispositivo de interface para este míssil, um lançador aéreo e um link de rádio de comando para empregar o míssil.

O helicóptero atualizado também será equipado com um novo sistema de mira 24 horas, os mais recentes sistemas de comunicações e troca de dados a bordo, equipamentos de navegação por satélite e outros dispositivos.

Como as informações indicam, os dois primeiros helicópteros serão atualizados antes do final de novembro deste ano, reequipando e tornando a aeronave operacional. As aeronaves devem entrar em testes de voo antes de 31 de maio de 2021.

Uma fonte da TASS informou em fevereiro que a atualização permitiria ao Ka-52M transportar os mais recentes mísseis de cruzeiro 'item 305' com um alcance operacional de até 100 km. Como outra fonte da indústria de defesa nacional disse à TASS em março de 2019, o mais recente míssil russo 'item 305' estava passando por testes a bordo de um helicóptero Mi-28NM em um ambiente de guerra real na Síria naquele momento.

Helicóptero de ataque Ka-52M

O vice-ministro da Defesa russo Alexei Krivoruchko disse em maio do ano passado que o Ministério da Defesa concluiria um contrato com o fabricante de aeronaves Russian Helicopters Group (parte da empresa estatal de alta tecnologia Rostec) sobre a entrega de 114 helicópteros Ka-52M.

Andrei Boginsky, CEO da Russian Helicopters Group, especificou na época que os especialistas estavam levando em conta a experiência de combate na Síria no desenvolvimento do helicóptero e a versão atualizada obteria novos sistemas de detecção e identificação de alvos e armas de longo alcance.

Por seu conjunto de armas, o Ka-52M será padronizado com a família Mi de helicópteros. Comparado ao Ka-52, sua versão atualizada contará com proteção aprimorada, disse o executivo-chefe.

Traduzido por Pacto de Varsóvia.

Postar um comentário

0 Comentários