Northrop F-89 Scorpion: o primeiro avião de combate armado com mísseis nucleares

13 de junho de 2020 The National Interest

Northrop F-89 Scorpion: o primeiro caça  armado com mísseis nucleares

O F-89J (variante do F-89D) tornou-se o primeiro avião de combate equipado com armas nucleares ar-ar, o foguete não guiado Genie.

O Northrop F-89 Scorpion , para qualquer tempo, foi o primeiro avião interceptador a jato projetado especificamente para essa função para entrar em serviço no Comando de Defesa Aérea. A aeronave de dois lugares tinha um operador de radar guiando o piloto, o que permitia ao F-89 localizar, interceptar e destruir aeronaves inimigas dia ou noite, em qualquer tipo de condição climática.

Oficialmente designado como caça, o F-89 era equipado com dois motores Allison J35 com 8.000 libras de empuxo, cada um com um pós-combustor. A aeronave tinha uma velocidade de cruzeiro de 750 km/h e velocidade máxima de 1.015 km/h de com pós-combustor ativado; um alcance de 1.600 km e um teto de serviço de 13.700 metros.

O F-89 fez seu voo inaugural em agosto de 1948, e as entregas para a Força Aérea dos Estados Unidos começaram em julho de 1950. Um total de 1.050 dos interceptadores foram produzidos e a aeronave de asa reta permaneceu em serviço até o final da década de 1960. Como interceptador, o avião foi projetado para abater bombardeiros soviéticos antes que eles pudessem chegar aos Estados Unidos.

O F-89 estava equipado com as armas mais avançadas disponíveis na época, mas ainda era amplamente convencional para a época, com sua configuração de bimotor turbojato interno e entradas de ar posicionadas embaixo ao longo dos lados da fuselagem.

Foi o primeiro caça a jato da Força Aérea a ser armado com foguetes e o primeiro a ser equipado com os mísseis guiados ar-ar Hughes Falcon, e estes poderiam ser lançados automaticamente em um grande salva assim que a mira do radar da aeronave determinasse que estivesse alinhado com o bombardeiro alvo.

https://upload.wikimedia.org/wikipedia/commons/thumb/8/83/Northrop_F-89J_Scorpion_USAF.jpg/1200px-Northrop_F-89J_Scorpion_USAF.jpg

O F-89J (modificado do F-89D) tornou-se o primeiro avião de combate equipado com armas nucleares
O F-89J (modificado do F-89D) tornou-se o primeiro avião de combate equipado com armas nucleares

Notavelmente, o Scorpion foi modificado para aumentar sua picada!

O F-89J (modificado do F-89D) tornou-se o primeiro avião de combate equipado com armas nucleares ar-ar, o foguete Genie não guiado. Em julho de 1957, ele disparou um foguete de teste Genie com uma ogiva nuclear, que detonou em uma faixa de teste de Nevada. Isso marcou o primeiro lançamento de uma arma dessas.

O MB-1 Genie, mais tarde renomeado para AIR-2A - e popularmente apelidado de "Ding Dong"

O MB-1 Genie, mais tarde renomeado para AIR-2A - e popularmente apelidado de "Ding Dong" - era um foguete de três metros de comprimento armado com uma ogiva W25 nuclear de 1,5 quiloton em suas pontas. Os AIR-2 foram posteriormente convertidos de foguetes atômicos ar-ar em uma arma convencional para explodir alvos em terra. Em vez da ogiva nuclear de 1,5 quiloton dentro do Genie, os técnicos encheram o nariz com pequenos projéteis do tamanho de granadas de mão. No entanto, quando essas modificações foram feitas, o F-89 Scorpion estava sendo substituído por aeronaves mais novas e modernas, incluindo os jatos F-4 Phantom.

No entanto, durante grande parte do início dos anos 1960, o Escorpião e o Genie fizeram dupla.

No total, 350 dos F-89Ds foram convertidos em modelos "J" e estes se tornaram o primeiro interceptador de caças do Comando de Defesa Aérea a transportar armamento nuclear. A partir do final da década de 1950, os ex-F-89 da USAF foram transferidos para a Guarda Nacional Aérea - sem as armas nucleares - e a última delas foi aposentada em julho de 1969.

Traduzido por Pacto de Varsóvia.

Postar um comentário

0 Comentários