Rússia deverá iniciar produção de vacina para COVID-19 em setembro

Ampolas de vacina contra coronavírus (imagem referencial)

Vice-premiê da Rússia, Tatiana Golikova, anunciou três organizações líderes no desenvolvimento de uma vacina contra o coronavírus em seu país.

Comentando o desenvolvimento de uma vacina para a doença na Rússia, Golikova afirmou em declaração oficial:

"De acordo com a tarefa atribuída pelo presidente [...] foi confirmado pelo governo da Federação da Rússia o plano e calendário de desenvolvimento, registro estatal, inclusive por procedimento acelerado, e o início da produção industrial de vacinas para profilaxia da infecção pelo novo coronavírus."

Ainda de acordo com Golikova, pelo menos dez organizações estatais estão envolvidas no desenvolvimento de uma vacina, sendo que três delas se sobressaíram durante o processo.

Desta forma, o Instituto Gamalei deverá conduzir os testes clínicos da vacina entre junho e agosto deste ano, e já em setembro deverá ser iniciada a produção do medicamento.

Com prazos semelhantes avança com seu projeto de vacina o Centro Estatal Científico Vektor, cuja vacina deverá ser registrada em setembro.

Já a Agência Federal Biomédica de São Petersburgo também dará início aos testes entre setembro e dezembro de 2020, sendo que no último mês do ano deverá iniciar sua produção.

Postar um comentário

0 Comentários