Começa construção do Rossiya, o quebra-gelo nuclear mais poderoso do mundo

O quebra-gelo nuclear Rossiya regressa a Murmansk com exploradores polares da estação Pole-37

Descrito por Mustafa Kashka, diretor-geral da Rosatomflot, como não tendo iguais, o contrato de construção foi assinado em abril e é planejado que ele entre em serviço em 2027.

A construção do Rossiya, o mais poderoso quebra-gelo nuclear do mundo do projeto Lider, começou na segunda-feira (6) no Extremo Oriente russo, informou em comunicado a Rosatomflot, empresa de construção de quebra-gelos nucleares que faz parte da corporação estatal Rosatom.

Segundo a empresa, o contrato entre a Rosatomflot e o estaleiro naval Zvezda foi assinado em abril, o processo de construção se iniciou na cidade de Bolshoi Kamen, região de Primorie.

"O navio do projeto 10510 não tem iguais. O quebra-gelo a energia nuclear único tem características técnicas excepcionais, que lhe permitirão garantir escoltas durante todo o ano na parte oriental do Ártico [...] A Rosatom apoiou a iniciativa da Rosatomflot de nomear como Rossiya o superpoderoso quebra-gelo nuclear do projeto 10510", disse Mustafa Kashka, o diretor-geral da Rosatomflot.

O quebra-gelo nuclear será construído de acordo com o projeto técnico do Escritório Central de Projetos Iceberg. As principais características do Lider são:

• potência: 120 megawatts (nos eixos);

• velocidade: 22 nós (em água limpa);

• comprimento: 209 metros;

• boca: 47,7 metros;

• capacidade quebra-gelo (máxima): 4 metros;

• deslocamento com calado pela linha da esteira: quase 70 mil toneladas.

A embarcação será equipada com gerador nuclear com dois reatores do tipo RITM-400, uma unidade de turbinas a vapor com quatro turbogeradores de 37 megawatts cada e um sistema de propulsão elétrica com quatro motores de propulsão de 30 megawatts cada.

De acordo com o contrato, a embarcação está programada para entrar em operação em 2027.

Postar um comentário

0 Comentários